Grupo de Pais

 

    "Quando recebemos o diagnóstico tudo fica mais complicado, nós perdemos o chão e não sabemos por onde começar. Saber que seu filho esta num espectro que pode nunca sair, é doloroso. O mundo já cobra demais de crianças típicas, que dirá de autistas. Quando estamos diante de uma situação diferente é muito difícil ser compreendido por quem não sente a sua dor. As pessoas acham que tudo é simples e fácil, mas não é. Viver uma experiência com pessoas que lutam pela mesma causa e vivem o que você vive, torna nossa caminhada muito mais fácil. Ser acompanhado por excelentes profissionais que cuidam de nossos filhos e também de nós pais é maravilhoso. O grupo de pais faz com que me sinta abraçada e acolhida. Faz com que nossas conversas sejam leves e descontraídas. O grupo me dá apoio, me ajuda a lidar melhor com a situação no nosso cotidiano e me ensina técnicas que posso melhorar na terapia em nosso lar."

Mariana, Mãe do Daniel.

"Quando escutamos... " seu filho é autista"...
O chão se abre aos nossos pés...
Começa então uma luta contra o tempo...
O que é autismo?
O que fazer a partir de agora?
O que mudar?
A vida dos pais se torna uma constante interrogação.
Acho que eu, como a maioria dos pais se tornam estudiosos incansavéis na busca do melhor tratamento. No que fazer para incluir nossos filhos em uma sociedade que ainda tem muito o que aprender sobre inclusão.
O que fazer para que NÓS pais no intuito de proteger nossa "cria" acabamos por excluí-los tb...
" Não...esse parquinho esta muito cheio.."
" Melhor não ir a festinha do amiguinho..e se ele se desregular?"
"Não...melhor brincar em casa...e se ele não entender a brincadeira com o amigo?"
"E os olhares...ahhh os muitos olhares de dasaprovação quando a "pirraça" aparece." ( se eles soubessem como é nossa rotina)...

O grupo de pais CAPACITEAUTISMO me ensinou muito além de técnicas do modelo DENVER e etc...
O grupo de pais foi além, infinitamente além...
escutando outros pais...me enxerguei em muitos momentos. E aprendi...
Aprendi a ser uma mãe que inclui. 
Não que seja fácil...mas o sorriso de cada conquista vale por todo o resto. Que se torna apenas resto.

Só tenho a agradecer...
Obrigada pelas semanas que passamos juntos e por tudo que aprendi e aprendo com vocês!!!"

Adriana Costa (mãe do João Pedro)

Estudos apontam para a importância dos pais como co-terapeutas no tratamento de crianças com diagnóstico de autismo.

 

Nas pesquisas observamos melhoras significativas na generalização das habilidades aprendidas, no contato afetivo, na atenção compartilhada e principalmente a comunicação verbal e não verbal, indicando a eficácia da inclusão dos pais na terapia.

 

Objetivo: Ensinar a implementar técnicas terapêuticas naturalistas do modelo ESDM (Early Start Denver Model), que combinam técnicas baseadas no relacionamento afetivo da teoria do desenvolvimento com técnicas da análise do comportamento aplicada.

 

Através do grupo, incentivamos a troca de experiência e apoio emocional entre os participantes.

PROGRAMAÇÃO

Maio/2017 (* pode sofrer alteração)

Duração: 12 semanas

Sextas quinzenais, das 14 hs as 16 hs.

Carolina Salviano de Figueiredo

Mestre em Psicologia Clínica

CRP 05/29275

 

Bruna Manta

Psicóloga

CRP 05/39111

Endereço: Av Ayrton Senna, 3000, sala 4046

Edifício Grumari - Via Parque Comfort

Barra da Tijuca - Rio de Janeiro - RJ

contato@capaciteautismo.com.br

 

Siga:

  • White Facebook Icon